Se 2017 foi bom, 2018 vai ser ainda melhor

Marinheiro de primeira viagem, mas pilotando a todo vapor

Gabinete aberto, prestação transparente de contas, diálogo constante com a população nas ruas e pelas redes sociais, participação em debates públicos, proposição de leis e envio de emendas e ofícios que ajudam na melhoria da qualidade de vida de paulistanos e paulistanas, tudo isso durante um ano de muito aprendizado.­­­­­

 

 

Por Fábio Busian

Edição e Fotos: Alexandre de Paulo

Arte: Arthur Duran

 

Em 2017, o mandato do vereador Caio Miranda Carneiro foi considerado um dos mais atuantes dentro da Câmara Municipal de São Paulo. Em seu primeiro ano como representante da população, ele propôs 28 Projetos — sendo 13 aprovados, 15 em tramitação e nenhum reprovado; 565 ofícios para órgãos municipais e estaduais, contendo demandas e reclamações de moradores, visitas à todas as 32 prefeituras regionais e todas as secretarias, colhendo solicitações locais e reclamações; 18 emendas e cerca de mil pessoas recebidas no gabinete.

 

Vereador Caio debate sobre Gestão de Políticas Públicas na EACH/USP, na Zona Leste da Capital. Foto: Julia Peres / Arquivo CMC
Caio cumprimenta zelador do Clube da Comunidade (CDC) Santo Antônio, na Vila Industrial, no distrito de Vila Prudente
Vereador Caio usa a tribuna da Câmara para expor suas ideias aos colegas parlamentares durante sessão no plenário da Casa

 

Entre seus projetos com impacto mais importante no dia a dia do paulistano, está um substitutivo que fez a Prefeitura rever a frota do transporte público na cidade de São Paulo — agora a administração municipal tem um prazo de 20 anos para trocar seus ônibus por opções que não despejem poluição no ar. Ou seja, menos gente nos hospitais e mais gente curtindo a cidade.

Prefeitura tem prazo de 20 anos para adaptar a frota de ônibus que circula na cidade por opções que não despejem poluição no ar

 

A população também ganhou mais poder contra a falta de respeito e o vandalismo: outra lei do Caio pune quem faz xixi na rua. A demanda é uma reclamação de moradores de várias regiões da cidade que se queixam do mau cheiro e corrosão de muros, portões e edifícios históricos em época de grandes eventos. A partir de agora, câmeras de segurança servem de auxílio para fiscais da prefeitura autuarem quem não respeita o convívio em ambientes abertos, além de reforçar os pedidos de novos banheiros públicos por toda a cidade, projeto da prefeitura que passou na Câmara com o apoio do vereador.

Reunião com o Cel. Zé Roberto, secretário municipal de Segurança Urbana de São Paulo

 

Ainda tramitam outros projetos do Caio Miranda para reduzir os gastos públicos, incentivar o empreendedorismo e reforçar o cuidado com a qualidade de vida da população. Entre eles, estão a criação de dispositivos que reconhecem e regulamentam a instalação de comitês de prevenção e solução de disputes (‘Dispute Boards’) em contratos de construção da prefeitura, diminuindo a burocracia e os gastos públicos com processos, a inserção de São Paulo na Agenda 2030 das Organizações das Nações Unidas (ONU), com metas para a melhoria da saúde, educação e segurança na cidade, valorização de food trucks e comércios itinerantes em praças públicas, incentivando o comércio regional e, ao mesmo tempo, reocupando áreas degradadas ou que precisam de cuidados, implantação do Poupatempo Municipal do Empreendedor, que agiliza a vida e reduz os gastos de milhares de paulistanos que querem abrir seu próprio negócio na cidade, entre tantas outras ideias que nasceram do debate com os moradores de São Paulo.

Caio explica o conceito de ‘Dispute Boards’ no V Congresso Internacional do Instituto Brasileiro de Direito da Construção (IBDiC)
Projeto de lei que reconhece e regulamenta a instalação de comitês de prevenção e solução de disputes é debatido no Sinduscom
André Junqueira, Bruno Megna, Ricardo Medina e Caio Miranda debatem Mediação e Arbitragem no Instituto de Engenharia de SP

 

Caio também implantou o projeto Vereador na Escola, em que visitou colégios municipais, ouvindo as demandas de diretores e professores, para poder resolver ou cobrar dos órgãos responsáveis a solução de problemas que impactam na qualidade do ensino. As visitas também foram uma importante aproximação dos jovens com a política, levando o diálogo para dentro das salas de aula e humanizando a figura do vereador. Um incentivo para o engajamento da juventude na participação das demandas das suas comunidades.

Vereador na Escola – Caio debate política com alunos da EMEF Prof. Olavo Pezzotti, em Pinheiros. Foto: Lou Alves/Arquivo CMC
Caio defende um mandato participativo, no qual a colaboração da sociedade civil e das comunidades locais são fundamentais

 

Mas também houve participação em ações fora do mandato, pois o compromisso do Caio em ajudar ultrapassa suas obrigações de vereador. Organização de eventos beneficentes, participação em debates e incentivo a estudantes em colégios e faculdades, visitas à feiras de tecnologia e empreendedorismo, diálogo com associações e entidades de representação, apoio à população em situação de rua, todos esses são exemplos de ações que tiveram sua marca em 2017 e foram devidamente registrados e distribuídos pela internet para amplificar a voz desses grupos desamparados.

Vereador, voluntários e crianças da comunidade comemoram os 29 anos da Casa José Coltro, no Capão Redondo, na Zona Sul
Palestrando sobre combustíveis não fósseis no 13º Salão Latino-Americano de Veículos Híbridos-Elétricos no Expo Center Norte
Público assiste a palestra no 13º Salão Latino-Americano de Veículos Híbridos-Elétricos no Expo Center Norte
Bate-papo sobre mobilidade urbana e transporte na cidade de São Paulo com estudantes de Direito da Uninove em Santo Amaro
Ouvindo relatos de moradores em condição de rua numa noite fria de agosto no Pateo do Collegio, no Centro Velho de São Paulo

 

Agora, em 2018, a ideia é aprimorar o que está funcionando, para dar cada vez mais poder e voz à população. Por isso, o Caio vai reforçar as visitas aos bairros, aumentar o número de emendas para projetos sociais, dar ainda mais velocidade às demandas recebidas pelas redes sociais e cobrar da Prefeitura e dos colegas de Câmara que o dinheiro público seja usado de forma consciente e inteligente. Afinal, São Paulo é a nossa casa, o nosso canto, e precisa ser tratada com respeito e carinho.

Tomando caldo de cana e conversando com moradores numa barraca de feira em Cidade Tiradentes, na Zona Leste da Capital
Com o prefeito regional da Sé, Eduardo Odloak e organizadores do Rock na Praça 4.9, em frente à Galeria do Rock
Testando bicicleta elétrica em frente à Prefeitura de SP na Semana de Mobilidade 2017 “Novos Tempos, outros Meios”
Cumprimentando jogadores da equipe de Gâmbia na Abertura da IV Copa dos Refugiados, no campo do Parque da Aclimação
Visita à Vila Industrial (distrito de Vila Prudente) para debater segurança com a Guarda Civil Metropolitana (GCM) e moradores
Discutindo Plano Diretor Estratégico, Lei de Zoneamento e Potencial Construtivo com o vice-presidente do Secovi SP, Ricardo Yazbek
Roda de conversa com alunos do Ibmec SP sobre Gestão Pública e Política
Entrevista com alunos do Ibmec SP sobre Gestão Pública e Política
Fazendo uma explanação a respeito de Gestão Pública e Política a alunos do Ibmec SP